Indonésia / 09-04-2017

Os últimos quadrinhos de X-man mostram códigos antissemitas e anti-cristãos

source: heatst


O gibi "X-Man" criou uma tempestade esta semana pelas mensagens lá contidas contra judeus e cristãos. Os fãs notaram que as ilustrações dos quadrinhos do "X-Man Gold 1", que saiu recentemente, incluíam mensagens que podem ser interpretadas como uma declaração sobre os protestos na Indonésia, contra o governador cristão da cidade de Jacarta, bem como uma declaração contra judeus e cristãos.

 

De acordo com relatórios nos EUA e no Reino Unido, o ilustrador - artista muçulmano indonésio chamado Ardian Syaf, incluiu no gibi referências ligadas aos protestos na Indonésia - principalmente números que simbolizam as passagens do Alcorão. Por exemplo o número QS 5:51, que aparece na roupa de um dos protagonistas, e simboliza o ícone no Alcorão que diz, não tratar os cristãos e os  judeus como aliados: "Quem for seu aliado, será um deles".

 

 

Ardian Syaf

Os números 212 e 51 também estão listados no gibi, símbolos do protesto contra o governador cristão e outras citações do Alcorão, assim como a imagem de Kitty Pryde - uma heroína judia nos quadrinhos - aparecendo ao lado de uma joalheria e se vê a palavra Judeu sobre sua cabeça.

 

Leitores irritados que captaram as mensagens, protestaram na rede e Marvell divulgou uma mensagem dizendo que ela não sabia nada sobre essas referências de X-man (criados por dois judeus - Stan Lee e Jack Kirby). "Essas mensagens não refletem as opiniões do autor, editores ou qualquer outra pessoa de Marvell, e elas são ao contrário do que o X-Man representa desde que foi criado", disse o comunicado.

 

 

A empresa acrescentou, que as adições introduzidas pelo ilustrador indonésio serão eliminadas de seu formato, e serão tomadas "medidas punitivas".

 

Ela não entrou em detalhes sobre essa punição, mas o ilustrador mesmo escreveu ontem (terça-feira) em sua conta do Facebook "Minha carreira acabou", acrescentando que esta é a implicação de suas ações, e ele assume a responsabilidade. "O verdadeiro significado destes números é justiça e amor", ele acrescentou, "Meu amor pelo Alcorão, o Profeta, Alá, o único Deus. Lamento todo o barulho, tchau, amo todos vocês".