Germany / 19-03-2017

Alemanha pretende aplicar multa a sites de mídia social que publicarem discursos de ódio

source: radiojai


Sairá uma nova lei na Alemanha pedindo às redes sociais como Facebook para agir rapidamente e remover mensagens difamatórias ou ameaçadoras ou então receberão multas de até € 50 milhões ($ 53 milhões).

 

"Este Projeto de Lei determina normas que exigem que os operadores das redes sociais se confrontem com reclamações, e os obrigue a apagar o conteúdo criminal", assim disse o ministro da Justiça alemão Heiko Maas, na terça-feira, em uma declaração que se destina a anunciar a legislação prevista.

 

O não cumprimento da lei, pode resultar em que as empresas que dirigem as redes sociais serem multadas em até 50 milhões de euros e que o representante da empresa central da Alemanha seja multado em até cerca de 5 milhões de euros.

 

As leis contra o discurso de ódio na Alemanha são as mais rigorosas do mundo e abrangem a difamação, a calúnia e a difamação, incitamento público a cometer atos criminosos e ameaças de violência, enquanto eles são apoiados pela pena de prisão por negar o Holocausto ou incitamento ao ódio contra as minorias. Agora, existem esforços para atualizar essas leis para serem adequadas à era da mídia social.

 

A questão recebeu um grande impulso à sombra da preocupação da distribuição de notícias falsas e conteúdos racistas nas redes sociais, muitas vezes dirigidos contra mais de um milhão de imigrantes que vieram para a Alemanha nos últimos dois anos, também contra os membros da comunidade judaica.

 

O Conselho Central dos Judeus na Alemanha congratulou a nova lei.