Javascript is required to view this map.

França / 16-03-2017

Membro do partido de Le Pen: não houve Holocausto judeu

source: ynet


Marseille - O partido francês de extrema direita "Frente Nacional", suspendeu ontem (quarta-feira) um membro do partido após relatos que ele negou o Holocausto. Este foi um golpe na imagem de Marine Le Pen, líder da "Frente Nacional", algumas semanas antes da eleição presidencial.

 

O C8 canal de TV informou que ele gravou secretamente Benoît Loeillet, um membro do conselho da "Frente Nacional" de  Provence-Alpes-Côte d'Azur, para um documentário que ele filmou sobre o partido de extrema direita . Loeillet foi documentado dizendo para o correspondente do canal que não revelou sua identidade,  "não houve assassínio em massa como afirmado", referindo-se ao assassinato de seis milhões de judeus no Holocausto.

 

Loeillet emitiu um comunicado em sua página no Facebook, desmentindo que fez qualquer negação à existência do Holocausto, e disse que ele pediu a seu advogado para processar os criadores do documentário, pela difamação. Ele também disse que estava se aposentando do partido "Frente Nacional".

 

O Secretário-Geral da "Frente Nacional" Nicolas Bay, disse anteriormente, que por causa das palavras de Loeillet, ele foi suspenso de seu partido e em breve será chamado para a comissão de disciplina e enfrentará sua remoção do partido.